segunda-feira, 30 de julho de 2012

Um Austríaco, um Italiano e um Brasileiro

O Austríaco
O Italiano
O Brasileiro
E pra quem acha que é brincadeira, dá uma olhada aqui.

quarta-feira, 25 de julho de 2012

Keith Moon nos Jogos Olímpicos de Londres 2012


A notícia já tem três meses, mas ainda assim é válido falar sobre.
De acordo com o The Sunday Times, os organizadores dos Jogos Olímpicos contataram o empresário do The Who, Bill Curbishley, para que Keith Moon tocasse na cerimônia de encerramento das Olímpiadas.
Os organizadores do evento, gostariam que o baterista participasse do Symphony of Rock, uma velebração da cultura pop britânica, que fará parte da cerimônia de encarramento dos Jogos Olímpicos, no dia 12 de agosto.

Mandei um email dizendo que Keith agora reside no crematório Golders Green, levando adiante a frase hino do The Who: ‘Eu espero morrer antes de ficar velho’”, disse Bill. “Se eles tiverem uma mesa redonda, alguns copos e velas, poderemos contatá-lo”.



Em tempo: Keith Moon morreu em 1978, aos 32 anos de idade, vítima de uma overdose acidental de comprimidos. Fonte: Rolling Stone

terça-feira, 24 de julho de 2012

Carnage

Um filme absolutamente brilhante.
Quatro grandes atores — Kate Winslet, Jodie Foster, Christoph Waltz e John C. Reilly, ou seja 4 Oscars e 12 indicações ao prêmio — e um grande diretor, Roman Polanski. Para completar, um esplêndido texto teatral de Yasmina Reza que combina à perfeição com o estilo intranquilo do diretor. Dois casais se reúnem para conversar educadamente sobre a melhor forma de reparar uma briga entre os filhos — um bateu no outro com um galho de árvore. No entanto, a necessidade que a politicamente correta Penelope (Jodie Foster) vê de que o agressor peça desculpas, alonga a conversa e as boas maneiras expostas de início dão pouco a pouco lugar a algo ainda mais humano e irracional. Impossível resumir numa sinopse todos os assuntos tratados. O quarteto vai da criação de hamsters à indústria farmacêutica, das tulipas aos direitos humanos.
Em registro tragicômico, o verborrágico Deus da Carnificina (Carnage, 2011) esfrega na cara do espectador constantemente “o que somos enquanto espécie”, e só não cede a quaisquer inclinações moralistas porque preenche a instabilidade com um humor sutil, amplificando alguns desdobramentos pela via do patético. O embate “casal vs casal”, motivado inicialmente pela briga dos filhos, logo se vê menor ante expedientes mais, digamos, reveladores, como a ética (ou a falta dela) de quem representa infratores, o pseudo-engajamento de alguns preocupados com a situação africana, a inércia de homens que escondem temperamento explosivo sob a aparente calma, e mulheres que precisam de algumas doses para dizer o que pensam.

quinta-feira, 19 de julho de 2012

A palavra do dia é:

estiloso
es.ti.lo.so

adj.
[Informal]  Que tem um estilo próprio que chama a atenção (ex.: casaco estiloso, pessoa estilosa).
Plural: estilosos |ó|.
Todo estiloso, com óculos, casaco e cinto combinando, Reynaldo Gianecchini desembarcou em SP, nesta quarta-feira, 18.

Desde quando alguém que veste um saco de lixo pode ser chamado de estiloso?
Alguém conseguiu enxergar o cinto direito?
E essa mochila xadrez tá mais parecendo um saco.



terça-feira, 17 de julho de 2012

Apaga o farol, Dona Bárbara

Bárbara Evans foi traída por uma camisetinha de malha e apareceu com o "farol aceso" em fotos do making of da nova campanha de uma grife de roupas(...)
É sério que o sujeito que largou essa bobagem como manchete no Ego (que dúvida...) achou isso extremamente interessante...
...quando em dezembro passado a mesma Bárbara Evans fez um ensaio para Playboy, onde constam fotos como essa?! 

quinta-feira, 12 de julho de 2012

Nossas vidas não seriam as mesmas se

não soubessemos que Márcio Garcia foi viajar.

Márcio Garcia viajou acompanhado do filho, Pedro, nesta quinta-feira, 12.

Não sei vocês, mas sempre que ouço falar em Márcio Garcia só me vem duas coisas em mente:

Isto:

Ou isto:


terça-feira, 10 de julho de 2012

Lady Gaga, Transparência

e digitus infamis¹

Lady Gaga não perde uma oportunidade de chamar a atenção. Nesta segunda-feira, 9, a cantora desembarcou em Los Angeles, nos EUA, e saiu fazendo gesto obsceno para os fotógrafos que a aguardavam.

"Meu cu pra vocês!" GAGA, Lady.
É sério que a redação do EGO ainda fica chocada com a postura de alguém que vai a entrega de uma premiação dentro de um ovo e que usa um vestido de carne?!

¹Por causa de uma tradição cultural popularizada na Antiguidade - provavelmente herdada de um costume dos ancestrais do homem, ainda nos tempos da pré-história. Um grupo de antropólogos sustenta que o gesto é uma variação de uma estratégia agressiva de alguns primatas, que mostravam o pênis ereto a seus inimigos como uma forma de intimidá-los. Mais civilizado, o homem teria substituído o bilau pelo dedo erguido para ofender alguém. Um dos primeiros registros escritos desse costume mal-educado aparece no ano 423 a.C., quando o poeta grego Aristófanes escreveu a peça As Nuvens. Em um dos diálogos, o personagem Estrepsíades faz uma piada comparando o dedo do meio ao pênis. Da Grécia, a ofensa chegou a Roma, onde era conhecida como digitus infamis, o “dedo obsceno”. No livro Gestures, their Origin and Distribution.