segunda-feira, 27 de junho de 2011

Mimos e agrados para mim mesmo

e para a minha coleção


Foi nessa última sexta-feira, eu descia a avenida principal da cidade rumo ao trabalho, o vento batia no rosto e eu acendia um cigarro. Passei em frente a tradicional banca de revistas e tinha uma prateleirinha ali na frente com uma plaquinha que dizia que qualquer revista ali custava apenas R$2.

Alguns Guias do Brasileirão de uns anos atrás, Tex, Conan eis que meus olhos se fixam num cantinho em especial da prateleira: The Spirit. Sim! uma das grandes obras de Will Eisner ali, diante dos meus olhos. Anos que eu não pegava nada dele para ler, não tinha edição nenhuma na prateleira.

Terminei meu cigarro decidido a levar quantas fossem as edições que ali tivessem. Eram quatro, e ainda arrebanhei um Wolverine e Nick Fury, R$10, "-Um rancho de gibi?!" disse o simpático Seu Antônio, dono da banca, respondi que sim, com um imenso sorriso, comentando com ele da minha felicidade em encontrar tais edições.


[x]As fotos não estão muito boas porque tirei com o celular  e a iluminação do meu quarto é péssima.

Nenhum comentário:

Postar um comentário