quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

The Death of Incredible Hulk

A Morte do Incrível Hulk (The Death of Incredible Hulk, 1990) é o fascinante episódio final de uma série de muito sucesso na TV, que conta a história de um cientista, o Dr. David Banner (Bill Bixby) que, quando irritado, se transforma em um ser poderoso e gigantesco chamado Hulk (Lou Ferrigno). Desesperado para se livrar desse alter ego monstruoso de uma vez por todas, Banner penetra em um laboratório de pesquisas governamentais dirigido pelo Dr. Ronald Pratt (Philip Sterling), com a esperança de encontrar uma solução para seu problema. Quando Pratt descobre o drama de Banner, oferece-se para ajudá-lo. Mas uma linda espiã, que tem como tarefa roubar as descobertas de Pratt para entregá-las a terroristas, obriga Banner a escolher entre amor e lealdade, entre o bem e o mal, e eventualmente entre a vida e a morte.
Já disse isso por aqui quando falei no filme do Quarteto Fantástico (aquele de 1994). Não se pode exigir muito de filmes com psersonagens de HQs quando estes são muito antigos. Encontrei tal pérola no balaio das Lojas Americanas e trouxe pra casa. O filme não é tão bom, na verdade ele é até bastante infantil. Mas para o desfecho de uma série, até que ele se encerra de uma forma bastante convincente.


Nenhum comentário:

Postar um comentário