domingo, 30 de janeiro de 2011

Amor em 4 Atos

Ela Faz Cinema
Inspirado nas canções Ela Faz Cinema e Construção, presentes, respectivamente, nos álbuns Carioca e Construção, o primeiro episódio abordou duas histórias simultâneas: a primeira é a de Letícia (Marjorie Estiano), uma cineasta que, noiva, se apaixona por um pedreiro (Malvino Salvador). Ela não revela à ele seu compromisso anterior - e ele omite sua profissão. A segunda é a de Rafic (Cacá Rosset), uma vendedor de comida árabe, que se apaixona pela voz da locutora da estação de trem na frente de sua barraca. É o único episódio onde há um narrador na estória.
 Acho que por Construção ser uma das poucas músicas do Chico Buarque que gosto, este primeiro episódio foi mais fácil de ser digerido. Ainda que o enredo enha sido um tanto quanto simplórios, o casal principal não me despertar tanta curiosidade e ansiedade para saber o que aconteceria quanto o que foi com o personagem de Cacá Rosset, Rafic é um personagem carismático que nas poucas cenas em que ele dá o ar da graça, me segurou a atenção. Letícia é uma jovem (como dizem por aí) descolada, noiva de um bundão e parece satisfeita com a vida acomodada que leva com o sujeito até conhecer Antônio, que o desenrolar de fatos entre ambos não cativa o suficiente, mas ainda assim o episódio conseguiu me prender, querer saber o qual seria o desfecho da trama. Consegui abstrair o fato de "a Construção" abordada ser uma versão meio... feia, cantada pelo Arnaldo Antunes. Em suma: o episódio é bom. Isso mesmo, bom, não tem porque (nem como) dar uma avaliação melhor que esta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário