terça-feira, 6 de julho de 2010

Se7en


Intrigante, porém surpreendente
Seven - Os Sete Crimes Capitais (Se7en, 1995) é um filme intrigante, com capacidade de te prender a poltrona do começo ao fim, com situações inusitadas que me lembraram muito Jogos Mortais, pela complexidade e engenhoisidade de cada caso. 
Brad Pitt e Morgan Freeman interpretam dois policiais de estilos opostos: L.t. William Sommerset (Morgan Freeman) é um detetive culto e conservador, que quer se aposentar e já não acredita mais em sua carreira; David Mills (Brad Pitt) é jovem, recém-chegado a cidade grande, é a encarnação da ambição e dedicação ao trabalho. Os dois são encarregados de identificar e capturar um serial killer que mata suas vítimas de acordo com os sete pecados capitais (gula, preguiça, vaidade, inveja, luxúria, avareza e ira). Eles precisam prender o maníaco antes que os sete pecados terminem, o que faz o filme seguir um ritmo alucinado, apesar da atmosfera sinistra.

Nenhum comentário:

Postar um comentário