sexta-feira, 9 de julho de 2010

Coming to America

Houve uma época em que Eddie Murphy não conversava com animais nem era um professor frustrado com seu peso. Nessa época ele ainda fazia filmes bons e descompromissados, que eram quase que uma garantia automática de risadas, ao contrário dos filmes de hoje, que parecem forçar tudo isso. 
Um Princípe em Nova York (Coming to America, 1988) traz a história de Akeem (Eddie Murphy), príncipe herdeiro de Zamunda, África, se rebela contra o casamento arranjando por seu pai, o rei Jaffe Joffer (James Earl Jones), que concorda que o filho viaje por 40 dias. Assim Akeem vai para Nova York, se passando por um pobre estudante para encontrar uma noiva que não o ame por sua posição. Vai trabalhar em uma lanchonete e sente-se atraído por Lisa (Shari Hadley), a filha do seu patrão, Cleo McDowell (John Amos), que é interesseiro e atrapalha o romance, pois quer um bom partido para a filha, sem imaginar quem é na verdade seu funcionário. Akeem viajou com Semmi (Arsenio Hall), seu melhor amigo, que não gosta de se passar por pobre e faz gastos e toma atitudes que podem revelar a identidade de Akeem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário