sábado, 26 de junho de 2010

Polaroids Privativas

Josy queria apimentar a relação. Tinham optado desde o princípio em não ter filhos, queriam viver as aventuras e alegrias de uma vida a dois, mas o casamento de quinze anos com Gerson não era mais o mesmo, a vida conjugal seguia uma rotina, Gerson saía pra trabalhar às 7:45, deixando Josy em seu trabalho e ele, seguia para o seu. Ela voltava de ônibus, chegava em casa, ia preparar o jantar, ele chegava uma hora e meia depois, tomava um banho e sentava em frente a televisão, as vezes, com sorte, Josy recebia um boa noite seco do marido, acompanhado de um beijo, que parecia vindo da boca de uma criança para a mão de um padre.
Eles haviam perdido o interesse um no outro, ou ao menos parecia. Sexo era algo que mais parecia marcado com antecedência e com tempo certo de duração, aos sábados, depois do Zorra Total, até metade do Supercine, essa rotina aborrecia Josy, que sentia saudade de sentir-se uma mulher desejada, ser possuída pelo marido e eles terem uma noite frenética de sexo, como era nos primeiros sete anos do casamento.
Na segunda feira, de volta àquela rotina, Josy falando com Sílvia, pede conselhos do que fazer para que a relação dê uma levantada, que as coisas fiquem um pouco melhores ou quem sabe até, ser o que foram um dia. Sílvia foi enfática, disse que Josy deveria tirar umas fotos provocantes para o marido, deixar elas em algum lugar especifico e aguardar a surpresa dele. A idéia pareceu interessante, Sílvia faria algumas polaroids de Josy, explorando a sensualidade da amiga, enquanto com isso, ela esperava salvar o casamento. Cinco fotos no total, Josy usou de lingeries a roupas mais ousadas, ela tinha as armas na mão para entusiasmar Gerson.
Chegou em casa e logo foi espalhando as fotos, colocando-as em locais estratégicos para que Gerson as visse logo de cara. Ele chegou, foi direto para o banho, como sempre, assim que olhou para o espelho do banheiro, viu uma das fotos de Josy colada no espelho, alto ele berrou:
- Mas que merda é essa no espelho do meu banheiro, mulher?!
Josy arrasada saiu rápido a recolher as outras fotos espalhadas pela casa, queimou todos dentro de uma vasilha qualquer e percebeu que o problema de seu casamento não era com ela, mas sim, com ele.

Nenhum comentário:

Postar um comentário