quarta-feira, 30 de junho de 2010

The Fantastic Four

Quando filmes baseados em HQs ainda eram coisa para crianças
Pra ser sincero, eu sequer sabia da existência de tal filme, não lembro se chegou a ser exibido no Brasil, mas numa passada pelo Papaia Celestial me apresentou ao mesmo. Meu pensamento na hora foi assistir para poder resenhar ele depois.
The Fantastic Four (The Fantastic Four, 1994) é exatamente como um filme baseado em quadrinhos da decada de noventa: segue uma narrativa lúdica com personagens carismáticos. Os efeitos especiais são um espetáculo a parte, totalmente de acordo com a época, O Coisa (Michael Bailey Smith) tem moviementos (princiopalmente os bucais) semelhantes aos dos Tartarugas Ninja.
Quando uma viagem espacial experimental sai errado, quatro pessoas são mudadas para sempre por raios cósmicos: Reed Richards (Alex Hyde-White), inventor e líder do grupo ganha a capacidade de esticar seu corpo e toma o nome de Sr. Fantástico. Sua namorada, Sue Storm (Rebecca Staab), ganha a habilidade de ficar invisível e criar campos de força se tornando a menina invisível. Seu irmão mais novo, Johnny Storm (Jay Underwood), o Tocha Humana se com a capacidade de controle de fogo, inclusive cobrindo seu corpo com chamas. O piloto Ben Grimm (Micahel Bailey Smith) é transformado em super-forte Coisa, super-resistente. Juntos, eles se tornam uma equipe de super-heróis e usar seus poderes especiais para frustrar os planos dos vilões do mal.

Se tu gosta de Super Heróis e de podreiras cinematográficas da década passada, assista, caso contrário, passe longe. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário